Bolsas em atraso ‘apertam’ estudantes

Há famílias no limite para manter alunos no ensino superior, garante a aauma.

As candidaturas às bolsas de estudo começaram, para os alunos já matriculados na Universidade da Madeira (UMa), em Junho de 2009 e, para os do 1º ano, em Setembro, no arranque das aulas, mas o processo de atribuição não está a ser tão rápido quanto o desejado. Segundo o presidente da Associação Académica da Universidade da Madeira (AAUMa), Luís Eduardo Nicolau, há “centenas de pessoas a fazer um esforço para manter os estudantes no Ensino Superior” e inclusive desistências da universidade.

Desde finais de Novembro passado, a AAUMa tem sido um ponto de passagem de alunos aflitos à procura de uma resposta. Para o presidente da AAUMa, atrasos na atribuição de bolsas sempre existiram, mas, este ano tem sido “um fracasso” e tudo porque as candidaturas estão a ser feitas através de uma plataforma online da Direcção-Geral do Ensino Superior que, em vez de simplificar como era pretendido, tem tardado a dar resultados. “O problema das bolsas é uma situação crónica e tem aumentado este ano”, constatou.

Luís Eduardo Nicolau lamenta que esta medida não esteja a ser benéfica como se previa e sublinhou que o mesmo tenha acontecido com o passe sub-23, anunciado com pompa na altura do lançamento pelo Governo, mas que ainda não dá frutos em vários pontos do país, incluindo na Região.

O não funcionamento célere da plataforma é o motivo que ganha mais consistência para o responsável pela associação académica face aos atrasos na atribuição de bolsas. À conta deste impasse, referiu ao DIÁRIO que, passados vários meses, há alunos com dificuldades na universidade, centenas de pessoas que lutam por continuar no Ensino Superior, já que as bolsas não se destinam apenas ao pagamento de propinas, mas também a outras despesas importantes, como a aquisição de material escolar, alimentação e transportes. A par destes casos, ainda há quem desista mesmo da universidade por falta de meios financeiros. “A situação é difícil até a nível nacional”, sublinhou, atirando que nem o Governo apoia bem os alunos, nem a Acção Social das universidades portuguesas.

Luís Eduardo Nicolau afirmou que, na UMa, há também alunos que acumulam trabalhos temporários, de forma a conseguirem prosseguir nos estudos. “Isso pode ser visto como uma mais-valia em termos de futuro”, garantiu, focando que tal pode enriquecer o próprio currículo dos jovens. O presidente da AAUMa sublinhou, no entanto, que os estudantes procuram, cada vez mais, ocupação em ‘part-time’, “não por gosto, mas por necessidade”.

Acção social: atribuídas 222 bolsas de 1405 candidaturas

O administrador dos Serviços de Acção Social da UMa (SASUMa), Ricardo Gonçalves, explicou ao DIÁRIO que, em Junho de 2009, por deliberação do Conselho de Acção Social, os SASUMa aderiram à plataforma informática de suporte à candidatura e análise de bolsas de estudo para o Ensino Superior Público, “promovida e desenvolvida pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (MCTES), tendo firmado junto da tutela, à imagem de outras congéneres nacionais, Protocolo de Colaboração, assim como respectivas regras técnicas”. Segundo o responsável, “o aspecto de maior relevo prende-se com a partilha de dados entre diferentes organismos da Administração, nomeadamente o MCTES, Ministério do Trabalho e Segurança Social e o Ministério das Finanças e Administração Pública”, salientando-se a interoperabilidade com as plataformas da Segurança Social e das Finanças, respectivamente.

Até à data, foram atribuídas 222 bolsas de estudo, das 1405 candidaturas submetidas. Ou seja, 1183 continuam à espera do apoio. “Naturalmente que desejaríamos que mais candidatos beneficiassem de bolsa de estudo actualmente”, disse, apontando que, dado um maior rigor da plataforma, “uma significativa parte das candidaturas submetidas encontravam-se deficientemente instruídas, carecendo de intervenção dos seus candidatos para a sua complementação”.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: