Sugestões da Sessão de Mirandela

– Proponho o congelamento do pagamento de uma prestação de uma propina pelos estudantes (tentando reunir o máximo de estudantes possível)
Paulo M.

– Impôr um limire de prazo máximo de resposta em relação às bolsas.
– Analisar melhor as realidades de cada estudante para uma melhor atribuição das bolsas.
Patrícia P.

– Maior consideração pelas necessidades dos alunos, com melhores condições de pagamento das propinas, em termos de flexibilidade.
– Urgente haver competência no tratamento do processo de bolsa. Eu, por exemplo, tive que notificar três vezes que o meu pai tinha morrido porque estavam sempre a pedir mais e mais papelada.
Carlos S.

– Promover mais encontros e debates entre estudantes e a associação de estudantes.
Anónimo

– Quanto às mudanças legislativas, não tenho sugestões pois não conheço a lei. Mas penso que se a educação for um direito, como penso ser, não é necessário recorrer a outros recursos, sem ser os que o Estado oferece. E se o que oferece é pouco, deveria ser maior.
Robson C.

– Penso que o essencial em tudo, para que uma sociedade funcione e eduque seres humanos de valor, com cultura e capacidade de olhar para os problemas e tentar racionalizá-los e tentar encontrar soluções, passa essencialmente pela educação e saúde. Visto isto, este país e o dinheiro nele movimentado terá que ser centralizado na educação e na saúde. Em termos de educação, há urgência em dar prioridade a que todos tenham iguais direitos e oportunidades de se instruir, de poder tirar um curso. Temos que investir na educação, facilitar a entrada nas universidades, ter bolsas para todos (sem tirar o incentivo ao trabalho, claro), boas infraestruturas nas escolas, e dar mais valor aos estudantes.
Rosana V.

– Creio que o principal problema a nível nacional passa pela gestão central. Não existe investimento humano, ou seja, há falta de atenção na educação. Não existe a fórmulo perfeita, mas a qualidade de ensino passa pelas condições nas quais os alunos se encontram inseridos. Quanto às propinas e à situação das bolsas, a solução é clara embora, por algum motivo, seja ignorada.
– Aumento das verbas para os serviços sociais de modo a que se dê um aumento de meios humanos para analisar o máximo de casos possíveis seria um bom impulso.
– Outra solução seria mesmo o cruzamento de dados, que já deveria existir há muito.
– Relativamente ao Pólo onde estou inserido será mesmo de lamentar as condições. Poderão existir influências políticas no atraso da construção da nossa escola? Qual a justificação para que o maior pólo descentralizado do país não possuir condições para formar os seus alunos?
Daniel D.

– Mais rapidez nas respostas dos pedidos de bolsas de estudo.
– Aumentarem as verbas para haver mais funcionários nos serviços de acção social.
– Mais apoio dos directores das instituições universitárias.
Helena F.

-Revisão do processo das bolsas
-Revisão da atribuição de bolsas, valore
-Informação de prazos relativos à bolsas
Ângela A.

– Propôr mais investigação nos documentos inseridos no processo das bolsas.
– Maior rapidez na análise do processo das bolsas.
Edite T.

– Devem aumentar o valor das bolsas, uma vez que as propinas também aumentaram.
– Devem diminuir o tempo de resposta ao pedido das bolsas
– Devem proporcionar residência a todos os alunos deslocados.
Flávia F.

– Mudar a forma de avaliar os papéis; com tanta burocracia, não vale quase nada; devem guardar os papéis no arquivo.
Mek F.

– Deve mudar a quantidade de burocracia que se tem que entregar.
– Mais rapidez na resposta.
– Um edifício (escolar) para Mirandela.
Anónimo

– Acabar com os CET. Pura roubalheira.
Anónimo

– Diminuição das propinas.
– Darem mais valor aos estudantes.
Alexandra P.

– Criar um movimento, a nível nacional, que se dedique, frequentemente, às causas negativas dos estudantes universitários. Cargos devidamente definidos, regras e pessoas competentes para a fiscalização geral do Movimento. As reuniões devidamente marcadas e, pelo menos, uma por semana.
Marco M.

– Tudo o que foi apresentado deve mudar!
Joana B.

– Menos propinas, melhores condições, mais finaciamento para festas académicas, mais importância ao pólo de Mirandela.
Mara A.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: