Sugestões recolhidas na Escola Superior de Educação no Porto


(fotografia de Pedro Ferreira)

Aqui ficam algumas as sugestões recolhidas na sessão de estudantes por Empréstimo na ESE do Porto. Muitas dezenas de estudantes nos dexiaram as suas ideias.

– Indicar um preço máximo para atribuição de propinas (início entrega de documentos em Julho; receber resposta em Setembro)
– Alteração das regras de atribuição de bolsa, pois há pessoas que não deveriam receber e recebem.
– Subir o número de bolsas disponíveis.
– Subir o número de bolsas de mérito.
– Ensino superior gratuito.

Carla S.

– Mais financiamento do Estado direccionado para o Ensino Superior, mesmo que não se traduza em redução do valor da propina.
– Menos burocracia no processo de atribuição de bolsas, mais justiça na aplicação dos critérios de selecção.
– Mais celeridade no processo de atribuição de bolsas no ensino superior.

Ricardo D.

De facto é ridículo o estudantes pagarem propinas, pagar pelo desenvolvimento de um país. Não são os estádios de futebol, não são os aeroportos, não são os TGV’s que impulsionam uma nação quando a população se fica pelo 12º ano. Sou também da opinião que existem alunos que mais não fazem do que ir a festas, do que passear pelas faculdades. Um outro problema que surge como areia na engrenagem é a inércia dos serviços das escolas superiores. Deveria haver regulamentação que pressionasse, que provocasse uma maior celeridade.

Mário S.

-Fim à cobrança de propinas em nome de um Ensino Superior PÚBLICO e GRATUITO.
– Fim à privatização do Ensino Superior e da transformação das Universidades Públicas em Fundações.
– Regresso à paridade entre corpos docente e discente nos órgãos de gestão nas instituições do Ensino Superior.
– Fora com o processo de Bolonha como tentativa de padronização dos estudantes como máquinas para o mercado de trabalho.
– Maior investimento público na Acção Social Escolar.
– Sugestão: DESLIGUEM A TV E RECUSEM QUALQUER PROPOSTA DE EMPRÉSTIMO BANCÁRIO QUE VOS ENDIVIDE!

João B.

– O valor das propinas deveria ser menor (por exemplo adequar o valor das propinas aos rendimentos, tal como as bolsas)
– Deveria haver um período máximo de tempo para a atribuição das bolsas de estudo.
– Deveria haver um maior financiamento para as bolsas de estudo, de forma a mais pessoas terem direito às mesmas.
– As escolas/ Universidades deveriam ter bolsas internas para o caso dos alunos sem recursos económicos que têm bolsa de estudo.

Jordana P.

– O processo de atribuição de propinas deve ser analisado. Caso a caso, individualmente não haver generalização de certos critérios. No meu caso o meu IRS (sou empresária em nome individual) aparece nas vendas que não é o mesmo que o lucro. Nem tudo que vendo é lucro, como se calcula, existe despesas. Somos 5 em minha casa, 2 crianças, eu sou a única empregada, não entra mais dinheiro senão o meu, em nome individual e do trabalho e do trabalho em conta de outrem que eu tenho. Não entendo como alguns casos que não eram necessários são atribuídos e noutros não. Como o meu casa, haverá muitos.

Ana P.

– Mudar legislação da atribuição de bolsas. Igualdade.

Luísa A.

– Organização entre os órgãos burocráticos internos das instituições. Personalização e humanização dos empregados do atendimento estudantil.
– Cruzamento da informação de forma a dar respostas concretas aos estudantes.

João C.

– Acabar com as propinas.

Maria F.

– O Ensino Superior, aliás todo o ensino deveria ser gratuito para todas as pessoas.

Isabel O.

– A educação é um direito não pode haver propinas.

Anónimo

– Deve mudar os critérios de atribuição de avaliação e atribuição de bolsas. A avaliação deverá ser mais individual e mais minuciosa, mais tolerante e flexível e menos a atribuição nos critérios rígidos hoje existentes.

Vítor G.

– Ser atribuída a bolsa numa primeira fase, de acordo com o montante atribuído no ano lectivo passado.
– Ser repensado o valor das propinas.

Cátia M.

– Mais do que o habitual incentivo a estudar, é importante que o compromisso se mantenha na apresentação das respostas à dificuldade económico-social de manutenção.

Sónia S.

– Completa abolição do sistema de propinas.
– Os estudantes têm que ser encarados como futuros investimentos do Estado e sendo assim o tão difamado empréstimo viria na verba pública.
– Maior sensibilidade de todos os órgãos no processo de apoios a estudantes deslocados ou em maior dificuldade económica.
– No entanto com a prática da alínea 2 seria obsoleta a alínea 3.
– (A mais complicada) Mudança na cultura da essência do Ensino Superior. Repensar o que é isto da educação superior. Pois deveria ser mais articulado com a realidade exterior e também ter uma vertente humanista aliada a isto. Uma espécie de “Dead poet society”

Bruno D.

– Na minha opinião deve existir uma maior igualdade social, ou seja, é incompreensível que no nosso país com tantas dificuldades económicas, continue atribuir, por exemplo, prémios para os gestores de em presas públicas, e que por exemplo apoio para medicamentos seja cortado.

Cátia V.

– Relativamente ao regulamento da Bolsa, penso que cada caso deveria de ser bem analisado, pois há alunos carenciados, que necessitam de bolsa e não a têm devido à aplicação de lei, que na maior parte das vezes a mais justa. E porque não seguir o exemplo de alguns países, onde não existe propinas? Esse era o objectivo principal.

Susana R.

– Propinas, pois todos temos direito à educação, logo deveria ser igual para todos.
– Direito à educação.
– Condição das instalações das faculdades, muitas vezes não existe condição física para os alunos terem aulas.
– Falta de recursos humanos.

Joana V.

– Mudar o tempo de demora da saída das bolsas.
– Mais facilidade para perceber os documentos necessários para a bolsa.
– Mais formação das pessoas de atendimento às bolsas.
– Valor das propinas menor ou mais facilidades de pagamento.
– Mais compreensão por parte do instituto com as pessoas que possuem mais dificuldades.

Luciana P.

Como em todos os países desenvolvidos, Portugal devia seguir esses modelos e evoluir, as propinas no ensino superior deveriam ser anuladas e serem dados incentivos monetários para que, assim, o ensino possa ser para todos porque, o que acontece hoeje, é que o ensino está a tornar-se privado.
Rita C.

O ensino superior que se diz gratuito é uma utopia, pois a privatização dos estabelecimentos de ensino é uma realidade cada vez mais comum. A abolição da propina é a única forma de transformar o ensino num direito gratuito, pois a propina é, nada mais nada menos, do que uma forma camuflada de privatização e desinvestimento por parte do Estado no Ensino Superior.
Ensino gratuito. Não às propinas!
Miguel B.

O fim das propinas.
Mais eficiência dos serviços sociais.
Ricardo N.

– A aplicação de propinas, se “obrigatória” que seja proporcional ao tipo de curso (gastos) e capacidade económica do estudante,
– Maior participação do Estado.
Sara B.

O que deve mudar, na minha opinião, é o de todo o indivíduo ter o direito à igualdade, já que se fala tanto de igualdade e de democratização. Mas, quando se trata de colocar em prática já não é bem o que acontece, o que é pena. Logo, há que tentar mudar.
Paula R.

Como são atribuídas as bolsas.
Todos temos acesso à educação, ao ensino, mas podia ser grátis.
Maria C.

Vivemos em democracia, mas onde está a democracia em Portugal, quando há estudantes, talvez vons futuros profissionais, que não podem estudar e continuar um sonho, por falta de apoios financeiros?
É necessário haver mais apoio a estes estudantes.
Cármen F.

Definição de prazos específicos para a divulgação dos resultados da bolsa.
Critérios deveriam ser revistos e alterados.
Diminuição do valor das propinas.
Andreia R.

Abolir as propinas
Aumentar as ajudas a nível da acção social dos alunos mais carenciados.
Agilizar os serviços prestados pela acção social.
Arlete S.

As propinas deveriam ser abolidas, no sentido de proporcionar a todos a possibilidade de estudar no Ensino Superior.
Claúdia L.

Eliminação das propinas. Apoio financeiro, psicológico e social para todos os estudantes.
Fernando M.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: