Novas regras para aceder às bolsas de estudo apontadas como possíveis causas: 300 alunos já perderam apoios e já há quem esteja a passar por dificuldades na Universidade açoriana

Correio dos Açores
Por Ana Coelho
01-02-2011

Para além de Ponta Delgada, os casos também já começaram a chegar dos alunos do pólo da academia açoriana em Angra do Heroísmo e o presidente da Associação Académica acredita que também haverá casos quer na Terceira quer no Faial que vão necessitar de ser apoiados.

São cerca de 300 actualmente mas podem chegar, na pior das hipóteses aos 500 os alunos da Universidade dos Açores, maioritariamente a estudar no pólo de Ponta Delgada que podem vir a perder as suas bolsas de estudo. Segundo o presidente da Associação Académica, Valquírio Barcelos conseguiu apurar ontem mesmo junto dos Serviços de Acção Social daquela instituição de ensino, são mais cerca de 4% os que já perderam as bolsas relativamente ao ano passado, sendo que as causas de perda das mesmas incluem as alterações às regras de atribuições de bolsas de estudo que, a nível nacional já originaram que quase 750 estudantes tenham cancelado a sua inscrição nas universidades do Porto e de Coimbra desde o início do ano lectivo.

Visita a residências veio mostrar as necessidades dos alunos

“Na passada semana fizemos diversas visitas às residências universitárias de Ponta Delgada e pudemos (Associação Académica) constatar que já são muitos os alunos que estão a passar por dificuldades financeiras, alguns de forma muito grave, por terem perdido as suas bolsas de estudo”, salienta Valquírio Barcelos, que contou ao nosso jornal que “há casos de quem já tenha muito pouco dinheiro para se manter a estudar, há quem não tenha forma de vir estudar todos os dias desde a sua freguesia até Ponta Delgada por não ter dinheiro para os transportes e há quem já tenha um ou dois part-time para poder pagar as contas no fim do mês e estudar ao mesmo tempo. Temos casos de alunos que, deslocados das suas famílias (oriundos de outras ilhas ou mesmo do continente português) não tenham dinheiro para visitar os seus e, já houve diversos casos de solidariedade para com estes através de movimentos de estudantes que quiseram acudi-los”, salientou.
Mas Valquírio Barcelos refere que “ainda há uma certa vergonha em expor estas situações à Associação e como tal, apesar de estarmos sempre disponíveis para os receber e falar com estes ou outros alunos, também podem contactar-nos através de email, para que consigamos, no mais curto espaço de tempo, ter conhecimento real, de quantos são os alunos cujo problema de perda de bolsa de estudo está a afectar”.
Para além de Ponta Delgada, os casos também já começaram a chegar dos alunos do pólo da academia açoriana em Angra do Heroísmo e o presidente da Associação Académica acredita que também haverá casos quer na Terceira quer no Faial que vão necessitar de ser apoiados.

Perda de bolsa leva alunos a “congelar” estudos académicos

“Embora ainda sejam poucos, temos conhecimento de alguns casos de alunos que já congelaram as suas matrículas e notas na Universidade em Ponta Delgada e muitos mais poderão seguir o mesmo exemplo, uma vez que consideram que não conseguirão manter-se a estudar no restante do ano lectivo que frequentam”. E os casos são extensivos aos diversos anos: “temos casos de alunos desde o primeiro ano até ao último ano dos seus cursos que estão sem bolsas e que podem vir a parar de estudar. É uma situação muito má e que queremos expor às autoridades com alguma possibilidade de intervenção nesta matéria”, como são o caso do Governo Regional e das Câmaras Municipais dos concelhos onde residem estes mesmos alunos.
Como tal, Valquírio Barcelos avançou que, brevemente e logo que tenha reunidos todos os números reais dos alunos bolseiros que se encontram em dificuldades financeiras actualmente, vai agendar reuniões com os responsáveis destas entidades para envidar esforços para encontrar soluções que vão ao encontro das expectativas destes alunos.
Na Universidade do Minho (UM) o número de abandonos já ronda os 500 e as associações académicas atribuem culpas às novas regras de atribuição de bolsas de estudo.
A maioria das desistências teve lugar na Universidade de Coimbra, onde 598 estudantes cancelaram a inscrição até sexta-feira passada. Este número é maior do que o registado durante todo o ano lectivo anterior, quando 515 alunos deixaram a instituição. Segundo a reitoria da mais antiga universidade portuguesa, não é expectável que as desistências aumentem muito nos próximos meses. Na Universidade do Porto, 145 alunos requereram o cancelamento da matrícula, mas este valor está ainda aquém do total de desistências do ano passado (217). As faculdades de Engenharia (69) e de Letras (21) são aquelas onde se regista um maior número de desistências.

Ministério do Ensino Superior diz que números não são tão elevados

Segundo o Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (MCTES), este número não é superior ao que se tem verificado em anos lectivos anteriores. “Nenhuma relação terá com o actual regime de bolsas”, sustenta Mariano Gago. O ministro lembra que cada universidade dispõe dos recursos e poderes para intervir sempre que tenha conhecimento de algum caso de risco de abandono escolar de alunos que, tendo aproveitamento académico, evidenciam carências de rendimentos.
As explicações não convencem porém os estudantes, que se reuniram em Lisboa durante todo o fim-de-semana passado para discutir os problemas do ensino superior. O presidente da associação académica da UM, Luís Rodrigues, não tem dúvidas da existência de uma “relação causa-efeito” entre o número de desistências e a redução do número de bolseiros e do valor médio dos apoios. “Não nos oferece grandes dúvidas. Temos centenas de pedidos de ajuda de colegas.”
O regulamento de atribuição de bolsas de estudo foi um dos temas mais quentes do Encontro Nacional de Direcções Académicas.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: